Tropa de Choque da PM invade ETEC sem mandato judicial

 

A Tropa de Choque da Polícia Militar invadiu o prédio do Centro Paula Souza, na manhã de segunda (2), em mais uma tentativa truculenta de barrar a manifestação dos estudantes contrários ao roubo e falta de merenda nas escolas. Mesmo sem mandado judicial, apresentado por um oficial de Justiça, a PM tentou perpetrar a reintegração de posse afirmando que a medida foi autorizada pela justiça de São Paulo, que por sua vez, exigiu a saída da PM e deu 72 horas para a Secretaria de Segurança Pública explicar sua manobra ilegal.

 

A invasão policial se deu por volta das 10h50 da manhã, quando o pelotão do choque entrou pelo portão de trás surpreendendo os estudantes. Ao chegarem ao hall da escola, que é a sede das escolas técnicas do Estado, eles formaram uma barreira de frente para os estudantes, que sob intenso clima de tensão, passaram a cantar diversas palavras de ordem denunciando o escândalo da merenda e os abusos da PM de Alckmin.

 

Ao todo foram mobilizados mais de 40 policiais para conter a manifestação dos estudantes. “Essa é a politica do governo Geraldo Alckmin. Corta merenda, quando não a rouba, e fecha nossas salas e escolas para cortar mais da educação. Mas se os estudantes questionam o que ele está fazendo com a educação aí o governador envia a tropa de choque com seus cassetetes e bombas na tentativa de calar a juventude”, afirmou um dos estudantes presentes que preferiu não se identificar.

 

Justiça

 

Em resposta a ação da PM o juiz Luis Manuel Pires, responsável pela saída da PM do prédio, disse que “não houve mandado judicial para o cumprimento da ordem” e por isso determinou que o secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, “esclareça, no prazo de 72 horas, se foi o responsável por 'adiantar' o cumprimento da ordem judicial com a determinação de ingresso da Polícia Militar no imóvel sem mandado judicial”.

 

O juiz esclareceu em sua decisão que “sem mandado judicial, não há possibilidade de cumprimento de decisão alguma. Sem mandado judicial, qualquer ato de execução forçada caracteriza arbítrio, violência ao Estado Democrático, rompimento com a Constituição Vigente e os seus fundamentos”.

 

A PM deixou o prédio da ETEC durante o final da noite de segunda.

 

Carteirinha da UMES

 

icone-carteirinha-umes

 

icone-guia-de-descontos-umes

 

 

 

Informações

 

icone-gremio-estudantil

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros

 

sptrans

 

 

logo zumbi faculdade comunitaria

 

 

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

 

 

portal do bixiga

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив