CNAB celebra o 13 de Maio e conclama os brasileiros a lutar pela soberania nacional

 

O Congresso Nacional Afro-Brasileiro (CNAB) e a Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Smpir) realizaram no dia 13 de Maio, na Avenida Paulista, uma celebração da Revolução Abolicionista e de uma das datas mais marcantes da nossa história os 100 anos da gravação de “Pelo Telefone”, de Donga e Mauro de Almeida, que se tornou o primeiro samba registrado na história da música brasileira, marcando a criação do gênero que é a principal manifestação da cultura nacional.

 

O evento realizado na principal avenida da cidade contou com shows do melhor do samba de raiz com os grupos Sambaki, Embaixada do Samba Paulistano, Democráticos de Guadalupe e apresentação do cantor e compositor Bira da Vila.

 

Além de uma roda de capoeira comanda pelo professor-instrutor Fabiano Pavio, vice-presidente do CNAB, e pelo mestre Bambu do grupo Geração e um ato político que contou com a presença de lideranças femininas, estudantis, sindicais, religiosas, partidárias e culturais.

 

O presidente do CNAB, Alfredo de Oliveira Neto, ressaltou a importância de se comemorar o 13 de Maio porque essa revolução definiu o caráter da nossa Nação como um povo lutador, patriótico, generoso e antiracista. “Novamente fizemos o 13 de Maio aqui na Avenida Paulista porque é preciso resgatar tudo o que envolveu essa revolução que levantou o Brasil de norte a sul se tornando numa das maiores mobilizações do nosso povo que só encerrou com a vitória”, disse Alfredo.

 

“Muitos negros deram o seu sangue e suas vidas para conseguirem o 13 de Maio. Não foi de graça que deram nada para nós. Foi preciso muita luta. Por isso vamos fazer o 13 de Maio várias outras vezes porque é preciso lutar sem trégua contra o racismo e pela independência nacional”, frisou Alfredo.

 

A abertura foi realizada pelo grupo Sambaki com um repertório repleto de pérolas do samba puro, sem agrotóxico ou deturpação. Na sequência quem esquentou de vez a noite foi a Embaixada do Samba Paulistano, composta por quem tem ao menos 25 anos de serviços prestados ao samba e que conta com componentes da velha guarda de escolas de sambas da capital paulista.

 

Após a execução do Hino à Negritude, composto pelo patrono e eterno presidente do CNAB, o saudoso professor Eduardo de Oliveira, teve início o ato político.

 

O presidente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB) e vice-presidente do CNAB, Ubiraci Dantas de Oliveira, o Bira, disse que “não podemos ter conciliação com o inimigo que quer ver o povo negro no gueto, por baixo. Por isso temos que colocar o povo negro para lutar contra essa situação econômica. Em uma situação difícil como essa que estamos vivendo quem mais sofre é o povo negro”.

 

O vice-presidente do Partido Pátria Livre (PPL) e diretor de redação do jornal Hora do Povo, Carlos Lopes, observou que “o povo negro é o povo brasileiro. Aqui no Brasil até os brancos são negros. A verdade é que muitos deles não reparam. Afinal de contas o que era Noel Rosa? O que era Adoniran Barbosa? O que eram esses brancos?”.

 

“O povo negro é o povo brasileiro. E por isso nós vamos vencer essa luta. Não há salvação do país senão o povo brasileiro. Somos nós que temos que nos manifestar e conquistar, inclusive, o direito de antecipar e fazer Eleições Gerais Já!”, completou Carlos Lopes.

 

A presidente da Confederação das Mulheres do Brasil (CMB), Gláucia Morelli, falou que durante a luta pela Abolição “Rui Barbosa colocava uma questão que me tocou muito quando ele rebatia os senhores de escravos que diziam: ‘a escravidão já tem há muito tempo’. E ele dizia: ‘a liberdade existe há muito mais tempo’”.

 

Também estavam presentes e fizeram uso da palavra Marcos Kauê, presidente da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo (UMES); Elza Serra, presidente da Federação de Mulheres Fluminense; Eliane Souza, presidente da Federação de Mulheres Paulistas e Roberto Prebil, presidente do Sindicomunitário-SP e da Fenaac, entidades dos agentes comunitários da Saúde, além de Paulo, representante da Associação de Religiões de Matrizes Africanas

 

Após o ato político foi a vez do Democráticos de Guadalupe pôr todo mundo para dançar com uma apresentação que demonstrou que o samba não é apenas carioca, nem apenas baiano, mas um fenômeno nacional com um repertório de sambas e sambistas de diversos estados.

 

Vice-presidente do CNAB e violonista do grupo Irapuan Ramos destacou que “graças ao Brasil e em especialmente o samba a música mundial evoluiu muito. Isso é uma das questões mais importantes. Nós do Democráticos de Guadalupe não somos apenas um conjunto. Nós somos militantes políticos e especialmente ligados ao CNAB na luta pela valorização do negro, no resgate de nossa história e do nosso papel na construção do nosso país”.

 

O encerramento em grande estilo foi feito por Bira da Vila, cantor e compositor da Baixada Fluminense, secretário de Cultura do CNAB e uma grande liderança no mundo do samba que levantou o público com sucessos como “Então Leva” e o “O Daqui, O Dali e o de lá”.

 

Fonte: Hora do Povo (reportagem e fotografia por André Augusto)

 

Carteirinha da UMES

 

icone-carteirinha-umes

 

icone-guia-de-descontos-umes

 

 

 

Informações

 

icone-gremio-estudantil

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros

 

sptrans

 

 

logo zumbi faculdade comunitaria

 

 

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

 

 

portal do bixiga

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив