APEOESP: Plano Estadual de Educação de SP não prevê fonte de financiamento

27-6-16 Apeoesp Alesp

 

Plano prevê a destinação de 10% do PIB estadual, mas não estipula as fontes de recurso, nem o prazo para a meta sair do papel

 

O movimento estudantil e o sindicato dos professores da rede estadual paulista, a Apeoesp, consideram que o Plano Estadual de Educação (PEE), aprovado pela Assembléia Legislativa de São Paulo (Alesp), na semana passado, contém avanços importantes, por determinar metas e diretrizes a serem cumpridas na próxima década, mas que precisará de ajustes para ser efetivo.

 

Em entrevista à repórter Vanessa Nakasato, da TVT, o secretário de comunicação da Apeoesp, Roberto Guido, afirma que uma das principais falhas a serem corrigidas é a garantia de verbas para a educação. O plano prevê a destinação de 10% do PIB estadual, mas não estipula as fontes de recurso, nem o prazo para a meta sair do papel.

 

Ele cita, por exemplo, a reforma tributária como fonte de recursos. "Não é possível que aqui no estado mais rico da nação, a maior frota de helicópteros do país não pague IPVA, o que seria um montante de recursos bastante significativo, que poderiam auxiliar muito na política de financiamento."

 

O PEE prevê novas diretrizes e 23 metas a serem implantadas nos próximos dez anos. Erradicar o analfabetismo, valorizar os profissionais da educação, universalizar o ensino em todos os níveis, aumentar o número de matrículas na universidade e ampliar o ensino em tempo integral, estão entre as principais propostas do plano.

 

"Para que o plano não se torne letra morta, para que não seja apenas uma carta de intenções, é necessário que o movimento de trabalhadores da educação, com professores e pessoal de apoio, mais os estudantes, continuem num processo de pressão para que nós possamos fazer valer as metas", diz

Guido.

 

A proposta aprovada pela Alesp foi elaborada para cumprir uma das determinações do Plano Nacional de Educação: todos os estados e municípios devem apresentar um plano até o final deste ano para continuar recebendo recursos da União. Só que, para cumprir esse calendário, o movimento estudantil e a Apeoesp afirmam que o governo estadual queria aprovar um texto genérico, sem contemplar várias demandas apresentadas em audiências públicas pelas entidades que compõem o Fórum Estadual de Educação.

 

Fonte: APEOESP

 

Carteirinha da UMES

 

icone-carteirinha-umes

 

icone-guia-de-descontos-umes

 

 

 

Informações

 

icone-gremio-estudantil

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros

 

sptrans

 

 

logo zumbi faculdade comunitaria

 

 

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

 

 

portal do bixiga

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив