Ildo Sauer: “criminosamente está se vendendo um bilhão de barris por um preço vil de US$ 2,5 dólares”

15-8-16 Ildo Sauer1

 

A sessão extraordinária do Plenário de terça-feira (9) foi transformada em Comissão Geral para debater o Projeto de Lei 4567/16, que retira a obrigatoriedade de atuação da Petrobrás como operadora única de todos os blocos contratados pelo regime de partilha de produção em áreas do pré-sal. O debate contou com participação de parlamentares, ex-diretores da Petrobrás e lideranças sindicais, além de alguns lobistas das multinacionais, para discutir o projeto de autoria do senador José Serra (PSDB). O ex-diretor de Gás e Energia da Petrobrás e presidente do Instituto de Energia da USP, Ildo Sauer, disse que raras vezes assumiu um compromisso de falar no Congresso Nacional com tanta “apreensão e perplexidade”. Ele afirmou que a distância entre o que se está discutindo no parlamento e a realidade mundial “é abismal e paradoxal”.

“Hoje o mundo se debate num grande embate geopolítico. De um lado está a OCDE comandada pelos EUA, secundada pela China, e do outro lado os países da OPEP, secundados pela Rússia. É do lado deste grupo que Brasil deveria estar. Por que o preço do petróleo foi capaz de subir de 2005 até agora? Porque o presidente Chávez, junto com os líderes do Oriente Médio, especialmente a Arábia Saudita, foi capaz de controlar o ritmo de produção. Sem o controle do ritmo de produção exauriremos nossos recursos a preços de banana. Petróleo não é commoditie. Nos anos 60 mais de 80% do petróleo estava nas mãos das empresas. Hoje isso está menos de 10%. Por isso o centro do debate que nós temos aqui é geopolítico”.

“Todos têm falado do problema da Petrobrás. Ele é sério e gravíssimo mas o problema da Petrobrás não nasceu dentro da Petrobrás. Nasceu aqui em Brasília. Foi longamente cevado e o assalto que lá se fez foi em decorrência do processo político partidário”, denunciou. “Se o Brasil quer fazer valer o seu passaporte para o futuro com o pré-sal tem que compreender que o controle sobre o ritmo de produção do petróleo é uma questão de estado é uma questão de país. Não existe a possibilidade de aceitarmos os dogmas do censo comum que prosperam por aqui nesse debate ignorando a realidade mundial”. “Se a partilha talvez não fosse o melhor regime e sim a contratação direta da Petrobrás, o que se quer agora é abrir a porta de entrada para a entrega total. O projeto em discussão envergonha a nação e ignora completamente que o titular do petróleo é o povo brasileiro” prosseguiu Sauer.

Ele disse que “o Brasil deveria estar ao lado da OPEP e da Rússia para controlar o ritmo de produção e garantir que o preço volte, como pode e provavelmente voltará, ao patamar de 80 a 100 dólares. Neste momento de águas turvas estamos vendendo ativos da Petrobrás. Vergonhosa e criminosamente está se vendendo um bilhão de barris por um preço vil de 2,5 dólares o barril [Campo de Carcará]. Isso precisa ser contestado na Justiça. Até como referência, na capitalização da Petrobrás, ela aceitou pagar 10 dólares o barril. Vender ativos, vender petróleo num momento em que uma conjuntura desfavorável acontece é um crime de lesa-pátria”.

“Se queremos resolver o problema da Petrobrás é simples. Temos 350 bilhões de dólares em reservas internacionais. Façamos um fundo de investimento independente e vamos comprar as ações da Petrobrás, lá fora e aqui dentro. Vamos investir na Petrobrás. O Brasil hoje com suas reservas internacionais recebe juros negativos. 250 bilhões estão emprestados aos EUA. Aprendamos com o capitalismo. Durante a crise de 2008 a GM foi estatizada, os bancos foram estatizados e depois revendidos. Por que nós não podemos reorganizar a cadeia produtiva? Porque a competência da Petrobrás está intacta, independente dos ataques que se fazem contra ela. Se necessário façamos como os EUA e desapropriemos essas empresas [empreiteiras]. Vamos colocar todos os seus ativos num truste e voltamos a produzir. A saída é política, mas esse governo de baixíssima popularidade prefere se curvar às pressões internacionais e entregar a maior riqueza descoberta pelo Brasil nos últimos tempos” explicou.

Fonte: Sérgio Cruz do jornal Hora do Povo

Carteirinha da UMES

 

icone-carteirinha-umes

 

icone-guia-de-descontos-umes

 

 

 

Informações

 

icone-gremio-estudantil

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros

 

sptrans

 

 

logo zumbi faculdade comunitaria

 

 

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

 

 

portal do bixiga

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив