México: “Fim da impunidade”, exigem de parlamentares os pais dos 43 estudantes desaparecidos

 

2014-10-22-bigmarch

Os pais dos 43 estudantes desaparecidos da escola rural Isidro Burgos de Ayotzinapa, no estado de Guerrero, protestaram nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados do México contra a inoperância dos parlamentares. Conforme os pais, enquanto as famílias vasculhavam serras e rios, “os deputados não mexeram um dedo”. A Procuradoria Geral da República (PGR) também foi cobrada e intimada a continuar as investigações.·. 

Representando as famílias, o advogado Vidulfo Rosales Sierra denunciou o envolvimento de forças repressivas do Estado no assassinato dos jovens na noite de 26 para 27 de setembro de 2014: “há fios que conduzem a autoridades federais, como a Polícia Federal e o Exército”.
 

Pai de um dos estudantes mortos, Mario César González Contreras ocupou a tribuna para questionar os deputados, que se comportam como se a cobrança lhes causasse dano à imagem, “porque têm muita fome de dinheiro e de poder”. Mas, para nós, sublinhou, “a fome é de encontrar os nossos filhos”. “Sei que muitos riem de nós quando reunimos os 43 indígenas, porém nestes 43 há muito mais ética e dignidade que muitos de vocês que governam o país. Não destruam o México, não destruam ainda mais o povo, pois graças a ele vocês estão vestindo estes ternos”, frisou. 

Contreras condenou o fato de a Câmara dos Deputados ter se negado a se reunir com o 27º Batalhão de Infantaria para determinar sua provável participação no assassinato dos estudantes. Há informações da própria inteligência militar de que neste batalhão atue O Satânico, traficante de armas que abastece os narcos do grupo Guerreiros Unidos, que teria eliminado os jovens. “Vocês foram colocados pelo povo e devem ajudar o povo, porém quando chegam ao poder pensam que são donos de tudo e o pior, se amparam no foro federal, se crêem intocáveis por ter este foro”, destacou. 

Outro pai, Emiliano Navarrete Victoriano, explicou que os familiares não querem que os deputados busquem os estudantes, mas que garanta a continuidade das investigações. “A PGR não pôde nos dar uma resposta positiva nem sobre quem são os policiais federais que, quando detiveram os jovens, disseram que os levariam ao ‘patrão’ em Huitzuco. Vocês têm tudo nas mãos, porém não querem ajudar, não querem apoiar”.

Os pais esperam pelo menos 120 deputados de diversas comissões (Direitos Humanos, Assuntos Indígenas, Especial para o caso Ayotzinalpa), mas somente 30 compareceram, o que deixou os pais ainda mais indignados. Saíram de lá bradando: “O Estado se foi?” e “Mentira, Mentira, A mesma porcaria”.

Fonte: Hora do Povo - Internacional

Carteirinha da UMES

 

icone-carteirinha-umes

 

icone-guia-de-descontos-umes

 

 

 

Informações

 

icone-gremio-estudantil

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros

 

sptrans

 

 

logo zumbi faculdade comunitaria

 

 

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

 

 

portal do bixiga

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив