Em defesa da Cultura nacional! Veja aqui como foi o debate de cultura no 26° Congresso da UMES

Em defesa da cultura nacional, contra os monopólios da cultura enlatada!
Capoeira nas escolas!
Criação do Parque do Bixiga!

 

CCES4114

 

Essas foram as resoluções do grupo de debate sobre Cultura no 26° Congresso da UMES, realizado no dia 10 de maio.

 

Compondo a mesa estavam: Keila Pereira - ex-diretora de cultura da UMES, Fabiano Pavio - Coordenador do projeto Capoeira na UMES, Valério Bemfica – Presidente do Centro Popular de Cultura da UMES, Rodrigo Minhoca – Casa Mestre Ananias, Nathiele França – diretora de cultura da UMES, Alex Oliveira – 1° Secretário da UMES e Laís do Valle - Presidente da União Paulista dos Estudantes Secundaristas.

 

Valério abriu sua fala expondo o porquê a UMES decidiu em 1994 investir em cultura, “a cultura concentra de maneira extraordinária, a luta ideológica que existe entre a nação e o imperialismo e entre explorados e exploradores. Como não anda exatamente no mesmo ritmo das relações sociais, a cultura tem a capacidade de ajudar a avançar – ou a retardar – a luta pela libertação dos povos. E foi por enxergar a importância de manter nosso povo ligado às suas raízes e para dar àqueles que não têm espaços nas grandes mídias que resolvemos criar o CPC da UMES. E este continua sendo seu ideal. Não podemos aceitar que nos imponham o que ouvir ou que assistir.”

 

Regado por vários versos recitados, o debate teve de poesia à cantiga.

Sobre o ponto de vista levantado por Valério o debate seguiu com estudantes se inscrevendo, falando, recitando e cantando.

 

“Temos que brigar para o que povo aprenda a pensar de maneira crítica, por isso temos que lutar para manter a sociologia e a filosofia em nossas escolas. Vamos fazer o povo pensar”, disse a estudante Mariana Santos da EE Barão de Ramalho.

 

Em forma de verso, Jonathan da EE Rui Bloem levantou a galera com crítica sobre os valores culturais contra o dinheiro que movimenta o mercado midiático e chamou a galera para fazer parte da mudança.

 

“Primeiramente é uma satisfação, meio diferente fazer uma improvisação?
Eu penso que não, vamos lá então, o diferente é estranho ou interessante?
Pra mim só cansamos do entediante e queremos levar os projetos à diante,
Por isso contamos com cada um que está aqui, valorizando atores artistas e Mc's,
Cultura acontece o tempo inteiro, e tem um valor maior que o dinheiro,
Pois me trás muita alegria enquanto eu apresentava e a plateia sorria,
Esse é o maior incentivo, sob um sentimento que é sinistro
Cultura nas ruas nas praças quem disse que sumiu?
Se dependesse do governo isso nunca existiu
Mas calma senhoras e senhores, no governo têm ótimos atores
Em papéis de presidente, deputados e senadores,
Cansamos e vamos para a atividade que entre alguém que acabe com a desigualdade
Porque nosso país isso está sendo realidade
Agora vamos mudar com a ajuda da UMES, mas a mudança não vêm em um mês,
mas sim com a ajuda de vocês porque agora somos a bola da vez”

 

Ressaltando a importância de buscar nossas raízes para construir o que é novo, Rodrigo Minhoca da Casa Mestre Ananias emocionou a todos. “Não podemos esquecer que se eu cheguei até aqui com o conhecimento que tenho é porque eu tive uma geração inteira que me abriu esse caminho, e antes uma geração que abriu caminho para eles e isso é extremamente importe de se lembrar, não devemos construir o novo esquecendo o nosso passado, de quem somos e quem nos trouxe até aqui. Busquem beber de todo conhecimento que podem dessas gerações e a Casa está aberta para todos vocês.”

 

Direcionada à luta pela criação do Parque do Bixiga, que vem sendo travada pela comunidade e apoiada por diversas entidades do bairro, entre elas a UMES, Keila Pereira fez sua fala pedindo o apoio de todos os estudantes presentes. “Estão passando para vocês um abaixo-assinado e eu faço questão de explicar do que ele trata. Existe no bairro do Bixiga, onde fica nosso Cine-Teatro Denoy de Oliveira, uma luta que vem sendo travada por anos para a construção do Parque do Bixiga. O Bixiga para aqueles que não conhecem é o bairro com mais gente por metro quadrado de São Paulo e nele existe apenas uma área verde que é a uma praça. Nele se encontram aproximadamente 10 mil secundaristas, desde crianças até jovens com 20 anos de idade. E essa juventude não tem um espaço verde, uma área para estudar além dos muros cinzas das escolas. É por esse motivo que a UMES apoia a criação do Parque do Bixiga e contamos com a assinatura de cada um no abaixo-assinado que estamos realizando.”

 

Fabiano Pavio fez um apanhado histórico sobre a luta de Zumbi e a formação do projeto Capoeira na UMES, e fez um paralelo com a fala de Valério sobre o poder de libertação que tem a Cultura de um povo. “Quando os negros vieram para cá a única forma que eles tinham de tentar se comunicar, porque a maioria deles era de tribos diferentes, para que eles não pudessem se comunicar, começava ali a tirar identidade deles. E quando chegam aqui eles começam a se rebelar, isso é um processo, e de todas as culturas que existiam ali foi se formando essa coisa que a gente chama hoje de capoeira. Então a capoeira nada mais é do que a expressão daqueles que queriam se livrar dessas amarras, que perduram até hoje. A luta dos grandes monopólios é para destruir a cultura como a gente tem, que é uma cultura que mostra a luta do povo, a identidade dele e seus sonhos, para colocar em seu lugar uma cultura enlatada algo que tire nossa identidade, e a capoeira é uma dessas culturas que eles tentam abafar, porque ela é uma luta de identidade forjada com muita luta e muito sangue derramado, por isso que mesmo tendo uma lei nacional, a 10.639, que fala que em todas as escolas do território nacional, pública ou privada, deve ter o ensino da cultura afro-brasileira, a capoeira ainda tá faltando por aí. Precisamos resolver essa deficiência que já perdura há muitos anos, então a gente tem que começar a olhar mais a nossa cultura por esse olhar mais Libertador para que a gente possa votar nas pessoas certas e não continuemos sendo enganados por essa laia que está lá no Congresso Nacional.”

 

Após a fala de Pavio, Islan Gonçalves, o Ligeiro, se apresentou com a Cantiga Choro da Senzala, de sua composição, premiada no campeonato "Mania de Capoeira", veja aqui a íntegra da cantiga.

 

CCES4448

 

Estudante da ETEC Santa Ifigênia, Jéssica Nunes questionou os participantes se cada um ali não tinha um amigo que fazia algum tipo de arte, o plenário inteiro, com poucas exceções levantou o braço. “Vocês não acham que se houvesse apoio à cultura e à arte dentro das escolas esse nossos amigos não poderiam estar, entre os mais tocados da rádio? Nós precisamos ampliar esse trabalho cultural da UMES, precisamos continuar rodando as escolas levando a capoeira, isso precisa estar em todas as escolas.”

 

Fechando o grupo o então candidato, eleito no final do congresso, Chen, fez um paralelo sobre a educação e a cultura nas escolas e convidou todos a se somarem na luta com a nova diretoria da entidade. “Precisamos entender que a cultura assim como a educação tem um sentido. Não estamos aqui para dizer que o estilo é bom e o outro não, estamos aqui para demonstrar a imposição de algo que não é nosso, o que precisamos é de algo que nos jogue para frente, assim como os poemas e músicas recitados aqui hoje, que nos alçam à luta. Hoje o que a gente tem exposto nas grandes mídias não é nossa cultura. A cultura como a educação tem que ter o sentido de libertação, como a capoeira fez com negro, a cultura tem que ser libertadora. Enquanto não demonstrarmos ao nosso povo do que ele é e o que ele pode e o que representa a coisa nunca vai avançar. É pra isso que eu me proponho a dirigir a Umes pelos próximos dois anos e convido quem tem interesse de construir uma educação libertadora e ocupar as nossas escolas com a nossa cultura!”

 

Veja aqui as fotos do congresso.

 

Carteirinha da UMES

 

icone-carteirinha-umes

 

icone-guia-de-descontos-umes

 

 

 

Informações

 

icone-gremio-estudantil

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros

 

sptrans

 

 

logo zumbi faculdade comunitaria

 

 

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

 

 

portal do bixiga

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив