"Anna Karenina. A história de Vronsky" estreou no Brasil em grande circuito

 MG 8048A

 

O filme do diretor Karen Shakhnazarov será exibido em 20 estados do Brasil, em dezenas de cinemas nas maiores cidades do país - São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, Santos e Florianópolis. Provavelmente o interesse do público latino-americano pelo cinema russo nunca foi tão significativo, se comparado ao despertado por outras obras cinematográficas filmadas nos anos 1990-2000.

A pré-estreia do filme foi realizada no cinema "Cinearte Petrobras", em São Paulo. O longa foi apresentado ao público brasileiro pelo diretor, que também é Diretor geral do Estúdio Mosfilm.

"A sala estava cheia, o público reagiu muito bem, embora eu não acredite que o espectador brasileiro, em sua ampla maioria, esteja familiarizado com o trabalho de Lev Tolstói. Nesse sentido, as pessoas estavam livres de quaisquer estereótipos nas suas percepções. A relação entre um homem e uma mulher para eles também é óbvia e compreensível, como para qualquer outro espectador. Eles simplesmente não têm a conexão com a fonte original - o texto de Tolstói."

 

"Como convidados de honra, estiveram presentes o Embaixador da Rússia no Brasil, Serguei P. Akopov, e o Cônsul Geral da Rússia em São Paulo, Yuri M. Lezgintsev. Antes do início do filme, o chefe da missão diplomática russa enfatizou que a estreia do filme representa um novo marco no desenvolvimento das relações russo brasileiras na esfera da cultura. Shakhnazarov observou que dentro do Brasil existe agora muito interesse na Rússia, país que sedia a Copa do Mundo de 2018. Simultaneamente com a exibição de Anna Karenina, foi lançada na televisão uma retrospectiva de vários filmes soviéticos, produzidos pelo Mosfilm em diferentes anos.

 

"A Rússia é tratada com simpatia. Isso se deve, acima de tudo, pela outrora poderosa influência social e política da URSS sobre os países da América Latina", avaliou Shakhnazarov. "Há um movimento sério de esquerda no Brasil, cujos líderes, de uma forma ou de outra, se relacionam com a experiência soviética, com as ideias soviéticas. A influência cultural russa, pelo contrário, não é sentida com a mesma abrangência. Provavelmente só uma camada muito estreita da sociedade, notadamente a intelectualidade, conhece a literatura clássica russa. Mas os filmes soviéticos são lembrados. Assim, até hoje a Rússia é percebida através do prisma da experiência soviética."

 

A estreia de "Anna Karenina" literalmente "despertou" o interesse da mídia brasileira. Materiais sobre o filme foram publicados na grande mídia do Brasil: no Estado de São Paulo (São Paulo), Folha de São Paulo (São Paulo), O Globo (Rio de Janeiro), o Jornal do Brasil (Rio de Janeiro), Hoje no Cinema (Salvador), e muitos outros. Comentários positivos apareceram em publicações ligadas ao cinema como Cinéfilos, Adorocinema, Woomagazine, Revista Preview, Cinepop, Revista de Cinema e outros. E o interesse por parte da imprensa continua inabalável. Ao que tudo indica, isso convenceu os distribuidores da necessidade de prolongar a exibição do filme pelo menos mais uma semana.

 

Durante a visita a São Paulo, Karen Shakhnazarov também se comunicou com os estudantes da União Municipal dos Estudantes Secundaristas (UMES). Em encontros com o diretor, os jovens observaram que o filme que eles assistiram reflete de forma plena a riqueza da cultura russa, sobre a qual, no entanto, eles conheciam muito pouco.

 

"Na questão cultural, a influência dos Estados Unidos no Brasil prevalece. O mesmo vale para o espaço dos meios de comunicação. As pessoas são pouco informadas sobre a cultura russa, sobre a história da Rússia, sobre o que está acontecendo hoje em nosso país", admite o diretor. "Mas tive o sentimento de que a juventude brasileira contesta com determinação a dominação cultural dos Estados Unidos. Em geral, eles têm um sentimento nacional muito interessante - esta é uma nação extremamente original, que incorpora os traços dos europeus, americanos e dos povos africanos. Ao mesmo tempo, os brasileiros estão abertos a tudo de novo. A reação ao filme ‘Anna Karenina. História Vronsky’ confirmou que eles estão extremamente interessados na história da Rússia”, concluiu Shakhnazarov.

 

 MG 8100A

 

IMG 0171

 

 MG 8053A

 

 MG 8049A

 

IMG 0121

 

Conteúdo publicado no site do Estúdio Mosfilm em 14/06. Clique aqui para ler o original.

 

Carteirinha da UMES

 

icone-carteirinha-umes

 

icone-guia-de-descontos-umes

 

 

 

Informações

 

icone-gremio-estudantil

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros

 

sptrans

 

 

logo zumbi faculdade comunitaria

 

 

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

 

 

portal do bixiga

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив