facebook INSTA

Equador denuncia que Chevron perpetrou escuta clandestina

Pressionada pela justiça para indenizar os prejudicados pelo vazamento de líquidos tóxicos a Chevron espionou e-mails do presidente Rafael Correa e outras autoridades do Equador

 

A petroleira norte-americana Chevron, em ação clandestina e ilegal, espionou os correios eletrônicos do presidente do Equador, Rafael Correa, visando descobrir e boicotar a estratégia do governo na defesa do país, vítima que foi do desastre ambiental e humano cometido na Amazônia por essa transnacional.

"A Chevron tem ‘hackeado’ os correios eletrônicos do presidente Correa, os meus e os do Procurador Geral do Estado, Diego García Carrión", denunciou o secretário jurídico da Presidência do Equador, Aléxis Mera, na sexta-feira (10), em entrevista concedida à Gama TV e divulgada pela agência notícias oficial do Equador, ANDES.

Na investigação que vinha sendo realizada pela Promotoria do país andino descobriu-se que a espionagem da Chevron foi facilitada pelo deputado opositor Cléver Jiménez, em cujo gabinete e escritórios encontraram-se também documentos que continham informação sobre as ações que o governo preparava contra a multinacional. "Essa espionagem pôs em perigo o país porque nos correios eletrônicos havia conversações entre Correa e seu advogado que continham políticas de Estado, que implicavam segredo naquele momento. Isso pode comprometer algumas negociações internacionais", detalhou Mera.

Durante o período em que operou na província de Sucumbíos, no nordeste equatoriano, a Chevron – então com o nome de Texaco - derramou mais de 70 bilhões de litros de águas e lodos tóxicos, contaminando cerca de 450 mil hectares de terreno, causando inúmeros danos ao meio ambiente e à população local, acusando depois os moradores da região de suposta "extorsão criminosa".

"Este é um dos maiores desastres ambientais que o planeta já sofreu", declarou o presidente Rafael Correa, reiterando que os danos provocados pela contaminação na Amazônia equatoriana superam os conhecidos casos da British Petroleum no Golfo do México, e da Exxon Valdez, no Alasca, ambos nos Estados Unidos.

A Corte Nacional de Justiça do Equador (CNJ) ratificou em 2013 a sentença da Corte de Sucumbíos, estabelecendo em 8,6 bilhões de dólares a indenização às milhares de pessoas prejudicadas pela irresponsabilidade da Chevron. A transnacional, que já não atua no Equador, age de todas as maneiras, principalmente ilegais, para evitar o pagamento. Nessa tentativa, buscou entregar à Corte de Justiça dos Estados Unidos, que trata da questão, mais de 20 desses correios eletrônicos clandestinamente espionados do presidente Correa, do Procurador e do secretário, no intuito de dar sustentação para sua linha de defesa que é de se passar por "injustiçada". A Chevron afirma, falsamente, que os poços onde foram jogados os lixos já foram limpos e que suas atividades não são responsáveis por nenhum dos danos causados ao meio ambiente e à saúde pública.

O tribunal norte-americano, porém, considerou que o desgaste seria demasiado e não aceitou como evidência as mensagens interceptadas de forma clandestina, dando ganho assim a Aléxis Mera, que estava representando o país latino-americano. "Eles tiveram que reconhecer que tudo isso eram comunicações privadas, de caráter de assessoria e ganhamos o processo da Chevron nos EUA", asseverou o secretário jurídico equatoriano.

"’Hackear correios eletrônicos já parece costume. Aconteceu com o Brasil e com a Angela Merkel. Mas, por mais que seja costume, não vamos permitir que façam isso conosco, esses fatos não devem ficar na impunidade", assinalou o jurista.

Rafael Correa destacou que chegou o momento de estampar a "verdade", pois a companhia estadunidense está promovendo uma campanha multimilionária para fugir das suas responsabilidades.

 

SUSANA SANTOS

Texto extraído da Hora do Povo - Edição 3.216

Carteirinha da UMES

 

Doc Estudante 2019 UMES fte Alta Cartaz
 

 

Informações

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros 

sptrans

 

  

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

  

  

cropped-capasitecomite-1

Comitê de Luta pela 
Educação Sem Censura

 

   

portal do bixiga

 

 

logo anpof2

Associação Nacional de

Pós-Graduação em Filosofia

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив