facebook INSTA

IV Congresso do CNAB resgata o legado do professor Eduardo de Oliveira

O Congresso Nacional Afro-Brasileiro (CNAB) realizou o seu IV Congresso nos dias 25 e 26 de julho, em São Paulo, e elegeu como presidente Alfredo de Oliveira Neto e uma nova diretoria para um mandato de quatro anos. Com o lema “O Legado Professor Eduardo de Oliveira, Igualdade Racial e Independência Nacional” o Congresso do CNAB contou com 324 delegados e reuniu 650 pessoas na sua abertura.

Alfredo de Oliveira Neto ressaltou a importância do IV Congresso ter sido em homenagem ao Professor Eduardo de Oliveira e o legado do fundador e eterno presidente do CNAB. “A união entre negros e brancos é a cara do CNAB. Esse é o legado que nós estamos assumindo e que vamos dar continuidade. Trazer negros e brancos para travar a luta na sociedade. Parabenizo a todos que aqui estão. Estarmos aqui é reconhecer a importância do Professor Eduardo e tudo o que ele representa. Tudo o que ele fez e nos deixou. Principalmente esse legado de construir essa Nação e uma Pátria Livre”, disse Alfredo.

“O negro não tem facilidade. Mas também não baixa a cabeça. O Professor sempre dizia que nós não queremos piedade. Só os fracos pedem piedade. Nós lutamos e rompemos com as dificuldades para realizar esse Congresso e acredito que teremos condições de aprofundar as consciências do conjunto dos companheiros que estão aqui. Esse Congresso ajudou a travar uma luta ideológica e política em todas as estâncias da sociedade nesse país”, frisou o metalúrgico e sindicalista.

Ele falou que “nós queremos acabar com o racismo. Queremos a igualdade racial e a Independência Nacional. Porque o racismo só serve para dividir a Nação e a Nação dividida faz com que os açambarcadores extraiam a riqueza do povo brasileiro. Faz com que roubem o patrimônio público e o utilizem em interesses pessoais deixando o nosso povo na pobreza e na miséria”.

“Quando se tira o patrimônio do povo brasileiro acontece o caos que estamos vendo na televisão e vivendo nas periferias. Como dizia o companheiro Mandela ‘ninguém nasce racista e preconceituoso. A convivência com racistas e preconceituosos é que leva as pessoas a isso’. Por isso temos dar educação ao nosso povo e ensinar o amor ao próximo para termos uma Nação unida para rompermos com esse racismo através da Independência Nacional da nossa Pátria fazendo desse país um país soberano com homens e mulheres, negros e brancos, lutando por um país melhor”.

Eleito 1.o vice-presidente do CNAB, Ubiraci Dantas de Oliveira (Bira), também metalúrgico e presidente da CGTB, falou que o Alfredo de Oliveira Neto “é meu amigo, da fábrica da Electrolux. Foi esposo de uma das maiores mulheres lutadoras do nosso país, a companheira Cida Malavazi. Esse cidadão brasileiro, negro, operário, está assumindo novas responsabilidades. O tempo todo parceiro, calmo, grato, companheiro e amigo. É um guerreiro, lutador, que sabe conversar com as pessoas sempre tranqüilo e profundo. Tem um compromisso maravilhoso com a sua Nação, os trabalhadores e com a Pátria”.

 

ABERTURA

 

O IV Congresso do CNAB foi aberto com a exibição de um vídeo com o Hino à Negritude em que aparece várias imagens das lutas dos negros, dos abolicionistas, do I Congresso do CNAB e uma exibição antológica do Professor Eduardo de Oliveira cantando o Hino - que ele compôs aos 16 anos – acompanhado do maestro João Carlos Martins no piano. Na sequência foi executado o Hino Nacional e novamente o Hino à Negritude, somente em áudio.

Com a platéia composta por um grande número de jovens, com muita galhardia foram entoadas por diversas vezes as palavras de ordem “Se sente, se sente, Eduardo está presente” e “Eduardo, guerreiro, do povo brasileiro”.

O embaixador da Palestina no Brasil enviou uma carta aos delegados do IV Congresso do CNAB desejando “novas conquistas, nesse grande Brasil amigo, tolerante e solidário. O povo palestino enfrenta a pior ofensiva contra sua integridade física e nacional. Exorto aos integrantes desse Congresso seu posicionamento contra a limpeza étnica e a agressão racista do governo de Israel, que ceifou a vida de mais de 800 inocentes e deixou mais de 25 mil feridos na sacrificada Faixa de Gaza palestina. Amigos, irmãos, alcem suas vozes. Denunciem a discriminação racial na Palestina”.

Por unanimidade o IV Congresso do CNAB aprovou moção condenando a agressão israelense aos palestinos expressando “solidariedade e companheirismo”. O evento teve ainda apresentação do Ballet de Paraisópolis e do Grupo de Capoeira da UMES.

 

Por ANDRÉ AUGUSTO

Hora do Povo

Carteirinha da UMES

 

Doc Estudante 2019 UMES fte Alta Cartaz
 

 

Informações

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros 

sptrans

 

  

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

  

  

cropped-capasitecomite-1

Comitê de Luta pela 
Educação Sem Censura

 

   

portal do bixiga

 

 

logo anpof2

Associação Nacional de

Pós-Graduação em Filosofia

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив