facebook INSTA

Estudantes espanhóis se levantam contra cortes e privatização do ensino

Uma multidão de estudantes, pais e professores tomaram as ruas de Madrid e outras cidades ao mesmo tempo em que ocorria greve de 72 horas

 

Mais de 150 mil estudantes se manifestaram, na quarta-feira (22), na Espanha, contra os cortes de orçamento, a privatização do ensino e contra o desemprego dos professores. Os protestos aconteceram no segundo dia de uma greve de 72 horas, convocada pelo Sindicato de Estudantes, entidade que congrega os alunos do ensino secundário e universitário.

Em Madrid, em marcha que reuniu mais de 60 mil pessoas, os manifestantes percorreram desde a estação de trem de Atocha até a central praça Puerta del Sol, exigindo ainda a demissão do ministro de Educação, José Wert, e a retirada da chamada Lei Orgânica para a Melhoria Educativa cuja aprovação esta prevista para os próximos dias.

“Desde o Sindicato de Estudantes dizemos alto e claro: voltaremos às ruas até obrigar Wert a retirar sua contra-reforma franquista e sua agenda privatizadora da educação pública, e até que renuncie de uma vez. E temos que fazer isso todos juntos: estudantes, mães, pais e professores”, assinalaram em nota.

“A greve de três dias foi respaldada nos colégios de ensino secundário por mais de 90% na maioria das regiões do país, e nas universidades é completamente majoritária: Mais de dois milhões de estudantes esvaziamos as aulas, e milhares enchemos as ruas!”, informaram.

Segundo os organizadores, em um ano e meio se reduziu a quantidade de professores em 32 mil 801, apesar do aumento em 55 mil alunos, enquanto a reforma da lei aponta para uma discriminação maior dos estudantes de menos recursos a ao enfraquecimento da escola pública.

O Sindicato denunciou também que 45.000 estudantes já foram expulsos da Universidade por não poder custear as novas taxas, que aumentaram 66%. “Só poderá ter estudos universitários quem disponha de cerca de 20.000 euros para pagá-los, ou seja, uma reduzida minoria.” Os estudantes reivindicam uma educação “pública, laica, de qualidade, e gratuita”.

Afirmaram que isso é a ponta do iceberg porque se espera um corte orçamentário na educação para 2015 que não foi anunciado, e deve ser maior do que esse já em andamento. Avaliam que, nos últimos cinco anos, a redução das verbas para a educação é de quase sete bilhões de euros.

A privatização que pretendem atinge a universidade, o segundo grau e até escolas primárias e creches.

Outra consequência dos cortes é a supressão de subvenções para livros, restaurantes estudantis e transporte, além da eliminação de medidas para garantir a amplitude das matérias.

Tudo isso se agrava com a elevação do desemprego o que reduz a condição de muitas famílias custearem os estudos dos seus entes mais jovens.

Além da capital, mais de 20.000 saíram às ruas de Barcelona e milhares em Tarragona e no restante da Catalunha. No País Basco, cerca de 15.000 em Bilbao, mais de 3.000 em Donosti e de 4.000 em Gasteiz. Na Andaluzia mais de 10.000 entre Sevilha e Málaga. Em Astúrias, onde a greve foi grande, milhares se manifestaram em Oviedo e Gijón, como também nas capitais da Galícia e de Valencia. Em todas as cidades de meio porte a greve e as manifestações tiveram forte presença. Na quinta, continuam as manifestações com assembleias e com a adesão de entidades de professores e dos pais dos alunos.

A crise econômica que atingiu a Europa nos últimos anos teve um impacto particularmente significativo no mercado de trabalho da Espanha, onde o desemprego está em torno de 26%.

O desemprego entre os jovens alcançou níveis assombrosos: em setembro, para aqueles com 24 anos ou menos, chegou a 56%.

 

SUSANA SANTOS do Hora do Povo

 

Carteirinha da UMES

 

Doc Estudante 2019 UMES fte Alta Cartaz
 

 

Informações

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros 

sptrans

 

  

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

  

  

cropped-capasitecomite-1

Comitê de Luta pela 
Educação Sem Censura

 

   

portal do bixiga

 

 

logo anpof2

Associação Nacional de

Pós-Graduação em Filosofia

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив