Passe livre beneficia mais de 380 mil estudantes na cidade de São Paulo

No mês de junho o numero de estudantes carentes usuários do passe livre na cidade de São Paulo superou a marca dos 380 mil, afirmou a SPTrans através do Jornal do Ônibus. Para os estudantes da cidade está é uma ótima notícia, disse Marcos Kauê, presidente da UMES. “Foram necessários mais de 20 anos de muita luta e muita mobilização para esta conquista. Com o passe livre os estudantes de baixa renda tem mais garantias de permanecia nas escolas, tem mais acesso a educação, a cultura, ao lazer e esporte, tudo isso com uma economia familiar mínima de R$ 840,00 por aluno durante o ano”.

 

Para o presidente da UMES é fundamental resgatar que a conquista do passe livre junto a prefeitura da cidade também garantiu a integração do bilhete único do estudante, fornecido pela prefeitura, com a carteirinha de meia-entrada do estudante, fornecida pela UMES. “A iniciativa fortalece a juventude porque afirma as entidades estudantis, grandes responsáveis por conquistas como a meia-entrada, meia tarifa e agora o passe livre”.

 

“Com o passe livre os estudantes mais carentes estão mais próximos de conquistar plenamente os seus direitos relacionados a educação, lazer e saúde.  É dever do Estado assegurar a dignidade da juventude e todos os demais direitos garantidos pela Constituição e pelo Estatuto da Criança e Adolescente”, afirmou Kauê. “Agora a luta é para que esse direito chegue a todos os estudantes de baixa renda da cidade”.

 

Para a secundarista Fernanda, estudante do segundo ano do ensino médio da escola estadual Charles de Gaulle, “muita coisa mudou” em sua vida com o passe livre. “Antes eu ficava em casa porque não tinha dinheiro para passagem. Com o passe livre ficou mais fácil ir a escola e para meu curso de inglês”, disse a estudante. “Para quem estuda e mora longe o passe livre é muito bom porque facilita o acesso aos estudantes carentes”.

 

“O passe livre é uma forma de incentivar a educação porque muitos alunos carentes têm dificuldade. Fica mais fácil escolher o curso e decidir no que se formar se há mais facilidade de acesso”, afirmou Vanessa, estudante da Etec de Esportes. Para ela o passe livre significou uma economia de R$ 140,00 por mês. “Agora utilizo esse dinheiro para alimentação, já que fico muitas horas longe de casa”. Ela mora com seus pais e um irmão que também é estudante. É formada no ensino médio, e atualmente estuda Organização Esportiva na Etec. Em sua sala, dos 38 estudantes, cerca de 20 também utilizam o beneficio.

 

Para Renata, estudantes de Eventos da Etesp, as maiores mudanças em sua vida com o passe livre estão relacionadas a economia familiar de R$ 140,00 por mês, somada a sua maior facilidade de acesso a cultura e lazer. “Sempre que posso utilizo essa economia para cultura e lazer”. Na sua sala estudam 38 pessoas, das quais 25 são usuárias do passe livre.

 

“Os estudantes precisam utilizar a conquista do passe livre para estudar bastante, e aproveitar essa possibilidade para realmente compreender o que acontece na cidade, no país ou no mundo, para contribuir com mais melhorias para a sociedade” afirmou Renata que mora com seus pais.

 

Por fim relataremos o caso de Tiago, vice-presidente da UMES e estudante de Mecatrônica da Etec Getúlio Vargas, que mora com seus pais e um irmão já formado na graduação pelo ProUni. Para ele o passe livre mudou muita coisa em sua vida, a começar pela economia de R$ 140,00 por mês. “Ficou mais fácil ir shows e ao teatro, mas principalmente ver o São Paulo jogar no estádio do Morumbi ou Pacaembu”.

 

Ao falar sobre a importância do passe livre, Tiago afirmou que “não é mais possível pensar na cidade sem o passe livre. Antes não era muito pratico, pagávamos meia passagem a R$ 1,50 e tínhamos direito 4 integrações durante duas horas. Se precisasse andar mais de ônibus ou metrô as cotas acabavam antes do final do mês. Agora temos 24 cotas para ônibus e 24 para metrô e trem, e a carteira de estudante é a mesma do transporte”.

 

Para Tiago é preciso expandir o benefício aos finais de semana. “Precisa expandir para os finais de semana. Precisamos de 30 cotas para possibilitar que a juventude tenha um currículo escolar mais rico. Afinal também somos estudantes durante os finais de semana”.

 

Carteirinha da UMES

 

icone-carteirinha-umes

 

icone-guia-de-descontos-umes

 

 

 

Informações

 

icone-gremio-estudantil

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

 

 

Parceiros

 

sptrans

 

 

logo zumbi faculdade comunitaria

 

 

casa mestre ananias

 

 

 

Fique bem informado

 

hp

 

 

icone-apeoesp

 

 

icone-campanha-educacao

 

 

portal do bixiga

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив