facebook INSTA

Aulas presenciais voltam a ser obrigatórias em São Paulo a partir de 18 de outubro

WhatsApp-Image-2020-11-03-at-11.35.49.jpeg

O governo de São Paulo determinou o retorno presencial às aulas presenciais em todas as escolas estaduais. A volta às aulas total acontece após o avanço da vacinação na população adulta para 97% e no público adolescente de 12 a 17 anos para 90%, comprovando que a saída para a pandemia está na vacinação.

O retorno total é fundamental para garantir que todos os estudantes tenham acesso às suas escolas.

Na medida em que, graças à vacina, estamos vencendo o coronavírus, teremos que vencer a outra batalha que o coronavírus causou: a evasão escolar. Precisamos reaproximar o estudante da escola.

A UMES defende que o lugar do estudante é na escola. Vamos lutar pela melhoria do acesso e da qualidade da Educação e pelo avanço na vacinação em crianças e adolescentes.

Em São Paulo, o avanço da vacinação contra a Covid, que atualmente conta com 80% da população adulta com o esquema vacinal completo, motivou o governo do Estado a retomar a obrigatoriedade das aulas. Além disso, 97% dos profissionais da rede estadual da educação já estão com as duas doses da imunização contra a Covid, e 90% dos adolescentes de 12 a 17 anos já foram vacinados com a primeira dose.

“Para garantir a segurança do retorno às aulas presenciais, todos os protocolos sanitários, como distanciamento de um metro entre alunos, uso de máscaras e álcool em gel serão mantidos até o final de outubro”, destaca o governador João Doria.

O secretário da Educação de São Paulo, Rossieli Soares, destaca que a retomada é importante para combater casos de depressão e evasão escolar entre os estudantes. “Nunca foi visto o que está sendo vivido por essa geração, e a volta às aulas é um passo importante e fundamental”, disse o secretário da Educação do estado.

A partir de 3 de novembro, o distanciamento de um metro entre os estudantes dentro das salas de aula deixará de ser exigido. Para manter o distanciamento de um metro entre os estudantes, era possível levando em conta o revezamento de alunos na modalidade presencial.

Uso de máscaras e álcool gel, além de aferição da temperatura, seguirão como parte do protocolo sanitário até o final do ano, ou quando for necessário, acrescentou o secretário da Educação.

As escolas municipais aguardarão a decisão dos prefeitos se aderem ou não à determinação do estado. “Para isso, deverá ser observada a regra de cada conselho. Para cidades com conselho municipal próprio, poderá haver outra regra. Mas para outros municípios regulados pelo Conselho estadual, deverão seguir essa determinação”, completou Soares.

Carteirinha da UMES

 

Doc Estudante 2019 UMES fte Alta Cartaz
 
 

Cultura

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

  

Parceiros 

sptrans

 

  

casa mestre ananias

  

 

Fique bem informado

 

hp

 

 logo

 

 

jornaldausp

 

 

 portal do bixiga 

 

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив