facebook INSTA

Nelson Sargento, baluarte do samba e da Cultura Brasileira

GettyImages-476324599.jpg

 

Um dos ícones da música brasileira nos deixou nesta quinta-feira (27). Com 96 anos, Nelson Sargento, presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira, não resistiu ao coronavírus e se tornou mais uma vítima da pandemia.

Ele estava internado no Instituto Nacional do Câncer (INCA) desde o dia 20, com um quadro de desidratação e "significativa queda do estado geral", segundo o boletim médico divulgado nas redes sociais do artista. Nelson Sargento recebeu as duas doses da vacina contra a Covid-19 em fevereiro, no Rio de Janeiro.

A UMES lamenta profundamente a perda do nosso artista. Nelson sempre foi um grande defensor da cultura e do seu papel no desenvolvimento do ser humano. Amigo dos estudantes, Nelson participou do projeto UMES-CANTARENA, realizado na década de 90, que levou ao então Teatro da UMES – hoje Teatro Denoy de Oliveira, mais de 150 renomados músicos brasileiros.

116258287_3664532040227752_6855561830640486609_n.jpg

Nelson Sargento e Luiz Avelima, no UMES-CANTARENA

Nelson Sargento que além de músico também era escritor, ator e artista plástico.

É o autor de mais de 400 sambas, dentre eles, alguns memoráveis, como “Cântico à Natureza (Primavera)” (samba enredo da Mangueira em 1955), “Homenagem ao Mestre Cartola”, “Deixa”, “Ciúme Doentio” e “Agoniza mas não Morre”, talvez o seu samba mais conhecido.

Carioca nascido na Praça XV e torcedor do Vasco da Gama, Sargento despontou para a música ainda na adolescência. Compôs com Alfredo Português, em 1955, o samba-enredo Primavera, também chamado de As quatro estações do ano, considerado um dos mais belos de todos os tempos. Nos anos 1960, integrou o conjunto A Voz do Morro, ao lado de Paulinho da Viola, Zé Kéti, Elton Medeiros, Jair do Cavaquinho, José da Cruz e Anescarzinho.

Entre seus parceiros de composição musical estão Cartola, Carlos Cachaça, Darcy da Mangueira, João de Aquino, Pedro Amorim, Daniel Gonzaga e Rô Fonseca.

Escreveu os livros Prisioneiro do Mundo e Um certo Geraldo Pereira. Atuou nos filmes O Primeiro Dia, de Walter Salles e Daniela Thomas, Orfeu de Cacá Diegues e Nelson Sargento da Mangueira, de Estêvão Pantoja, que lhe valeu o prêmio Kikito, no Festival de Gramado, pela melhor trilha sonora entre os filmes de curta-metragem.

Clique aqui e conheça as principais obras de Nelson Sargento

Carteirinha da UMES

 

Doc Estudante 2019 UMES fte Alta Cartaz
 
 

Cultura

 

CPCUmesFilmes Logo fundo branco

 

  

Parceiros 

sptrans

 

  

casa mestre ananias

  

 

Fique bem informado

 

hp

 

 logo

 

 

jornaldausp

 

 

 portal do bixiga 

 

 

pornoimpala.info pornopingvin.com
Yurtdışı Eğitim Makedonya Avrupa Üniversitesi Makedonya Eğitim Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Saraybosna Üniversitesi Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Bosna Hersek Üniversiteleri Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Travnik Üniversitesi Saraybosna Üniversiteleri Makedonya Üniversiteleri Struga Üniversitesi Kiril Metodi Üniversitesi Bulgaristanda Eğitim Bulgaristanda Eğitim Bulgaristan Üniversiteleri Bulgaristan Üniversitesi Bulgaristan Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukrayna Üniversiteleri Ukraynada Üniversite Ukrayna Üniversiteleri Malta Dil Okulları Gürcistan üniversiteleri Gürcistan Eğitim Malta Dil Okulu Malta Nerede ingiltere Dil Okulları ESE Malta Dil Okulu Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив Лазерна Епилация Пловдив